/, Imigração, RH internacional/A demografia governa o mundo

A demografia governa o mundo

Desde a crise financeira que os economistas procuram explicações para o fraco crescimento das economias Ocidentais: as medidas de austeridade, os problemas do euro, etc.. A razão pode ser bem mais profunda: a demografia.

As consequências da crescente longevidade da população e das baixas taxas de f ertilidade começam a afectar a economia, com uma falta de mão de obra e de consumidores. Á medida que a população envelhece
os padrões de consumo mudam, com um aumento doconsumo de serviços de saúde, por exemplo, e uma redução da compra de bens duráveis, como os carros.

Nas economias avançadas a população activa (15 aos 64 anos) ir á diminuir até 2050: 26% na Coreia do Sul, 28% no Japão, 23% em Itália e Alemanha. Mesmo em economias de rendimento médio como a Rússia e a
China o declínio será de 21%.

A automação pode aumentar a produtividade de uma população envelhecida, mas as assumpções sobre o conceito de velho terão de mudar. Uma pessoa típica de 65 anos é hoje tão saudável como um trabalhador de 58 anos à 4 décadas atrás, podendo por isso trabalhar. Como várias empresas têm confirmado, quando se adapta o local de trabalho às limitações dos mais velhos, a produtividade mantêm-se em linha com os mais novos.

Por outro lado, a imigração não será uma grande solução pois os países dos emigrantes caminham também eles para taxas de fertilidade negativas.

No Japão, nos dias actuais, 22% das pessoas com mais de 65 anos já trabalham e no EUA, 18%.

Vivemos pois numa época de grandes mudanças e de quebra de certezas adquiridas.

By | 2016-10-06T14:40:25+00:00 October 6th, 2016|Estilo de vida, Imigração, RH internacional|0 Comments

About the Author:

Leave A Comment