Loading...
Sight seeing tours 2018-02-10T16:43:18+00:00

ACOMPANHAMENTO NA PRIMEIRA VISITA A UM NOVO PAÍS

Ver com os nossos próprios olhos é a melhor forma de ganhar confiança e de evitar ideias pré concebidas sobre o novo país.

Quer esteja numa primeira visita ou tenha acabado de chegar, oferecemos-lhe sight seeing tours cobrindo os principais pontos turísticos e os principais equipamentos sociais e de lazer existentes na nova zona de residência, essenciais para uma vida de qualidade.

Num tour personalizado fique a conhecer:

O MERCADO HABITACIONAL E O RÁCIO QUALIDADE/PREÇO

Faça uma primeira visita a algumas propriedades e conheça a realidade do mercado imobiliário.

AS ESCOLAS E OS EQUIPAMENTOS SOCIAIS

Visite os principais equipamentos sociais, escolas e áreas de lazer do novo destino. Diga-nos quais os seus interesses e mostraremos a oferta existente no país de destino.

ACOMPANHAMENTO PERSONALIZADO DESDE A CHEGADA E ATÉ PARTIR

Um consultor da New Way Relocation irá reconhê-lo no aeroporto e acompanhá-lo-á durante toda a estadia.

Não vai precisar de mapa.

A orientação fica a nosso cargo

CONHEÇA AS ZONAS EXPAT NA ÁREA DE  LISBOA

LISBOA

CASCAIS

Gig Economy

Gig Economy Com a crise do subprime e a evolução tecnológica que reduz o número de trabalhos permanentes em empresas convencionais, os norte-americanos encontraram uma nova forma de trabalhar: procuram [...]

Nómada Digital

Nómada Digital - Quem são e porque vêm para Lisboa Aproveitam o facto de poderem trabalhar à distância para conciliarem trabalho com viagens. Andam de país para país e por isso são “nómadas”. [...]

Gig Economy e os nómadas digitais

Gig Economy e os nómadas digitais A mudança em curso na economia mundial, com a crescente digitalização dos empregos, tem levado a reestruturações que têm liberto uma multidão de trabalhadores muito qualificados para novas [...]

A demografia governa o mundo

Desde a crise financeira que os economistas procuram explicações para o fraco crescimento das economias Ocidentais: as medidas de austeridade, os problemas do euro, etc.. A razão pode ser bem mais profunda: a demografia. As [...]